FINANCIAL BRAND VALUATION

Temos ampla experiência no desenvolvimento e aplicação de metodologias de avaliação financeira de marcas em diversos contextos e fins, sempre orientados por princípios que estão vertidos na norma ISO 10668:2010 Brand Valuation — Requirements for Monetary Brand Valuation.

A oferta de serviços de avaliação financeira de marcas oferece complexos desafios que exigem um leque de competências que se podem dividir em dois campos:
1. Conhecimentos de cariz financeiro e económico; 
2. Capacidade de compreender o contexto de uma marca e de como influencia os resultados do negócio, conseguindo traduzir Brand Equity abstracto para indicadores que se relacionem com variáveis financeiras de forma objectiva.

As marcas são frequentemente o activo intangível mais valioso, podem ser transaccionadas e reconhecidas contabilisticamente e o seu valor financeiro pode ser um instrumento de avaliação e monitorização importante para a gestão da marca - especialmente se combinado com market research junto de consumidores.

Contudo, não existe nenhuma metodologia que se adeque de forma transversal a qualquer situação. A própria norma ISO 10668:2010 prevê várias abordagens metodológicas, Income Approach, Market Approach e Cost Approach, bem como todas as sub-metodologias em cada abordagem.
Não se tem um standard rígido e o mesmo poderia levar a que se ignorasse informação a priori relevante e opções metodológicas mais correctas tendo em conta o objectivo da avaliação.
Uma abordagem metodológica deve ser sempre sujeita a uma apreciação crítica.

Dos princípios mais diferenciadores que norteiam as avaliações da Brand Practice do ponto de vista metodológico estão os seguintes:
- O da transparência, com a rejeição ao máximo de opções do tipo “black box” em que algoritmos proprietários e confidenciais são utilizados - temos experiência em efectuar avaliações que são auditadas por entidades externas e por revisores oficiais de contas;
- Profunda sensibilidade e análise do contexto competitivo da marca;
- O da maior aderência possível do valor à realidade da marca e da sua situação competitiva no mercado, em detrimento de flutuações devido a situações conjunturais de curto prazo;
- Robustez nas análises de sensibilidade dos principais indicadores e hipóteses tomadas;
- Conservadorismo nas hipóteses.
Entre em contacto connosco:
Back to Top